sexta-feira, 6 de julho de 2012

Mulheres no ringue

Foi-se o tempo em que as lutas marciais eram só para homens, e que as mulheres que lutavam eram consideradas masculinizadas. Hoje, além de ser super “in” praticar algum tipo de luta, este esporte trás inúmeros benefícios para a saúde e, de quebra, você aprende técnicas de defesa pessoal.

As lutas vem ganhando um destaque cada vez maior no Brasil, principalmente entre os homens, em função da expansão do MMA (Mixed Martial Arts – Mix de Artes Marciais). A competição UFC (Ultimate Fighting Championship) está caindo no gosto do brasileiro. Neste final de semana acontece a luta mais esperada do ano: Anderson Silva VS Chael Patrick Sonnen. Essa vem sendo considerada "a luta do século", pois existe uma rixa pessoal entre os lutadores. O oponente de Anderson Silva inclusive provocou os brasileiros, de forma irônica, disse que no Brasil não existiam computadores. A luta promete grandes emoções e um significativos número de telespectadoras femininas atentas.

Esse verdadeiro "boom" do MMA no Brasil é um, entre tantos motivos que estimularam as mulheres a começar a lutar. Atualmente, é fato que, do karate ao judô, as mulheres estão invadindo os ringues e tatames, mostrando que luta não é "coisa só de homem". Pesquisas realizadas em diversas academias, mostram que a procura feminina em certas modalidades é maior do que a masculina.

Uma das lutas marciais mais procuradas pelas mulheres é o MuayThai. De origem tailandesa e conhecida como “a arte das oito armas”, devido ao uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés. Para você ter noção do gasto calórico, uma hora desta luta queima em média de 800 a 1000 calorias. Ela modela o corpo, fortifica os músculos, ajuda a liberar o stress do dia-a-dia, melhora a disciplina e, se você desejar aprender um pouco mais, ainda é uma ótima oportunidade de aprender técnicas para se defender.

A escolha pela luta marcial a ser praticada tem que ser a que melhor combina com você. São modalidades que requerem disciplina e respeito ao próximo.  Abaixo, mostramos uma tabela com as lutas e suas origens. Entre elas estão as mais conhecidas e praticadas: Boxe, Kung Fu, Karate, Judo, Jiu Jitsu, Capoeira e, é claro, Muay Thai.


China
Japão
Tailândia
Coréia
 Ocidentais
- Kung fu
- Bujutsu
- Muay Thai
- Hapkido
- ArtDo
- Neijia e Waijia
- Aikido
- Krabi Krabong
- Haidong Gumdo
- Boxe
- Baguazhang
- Ninjutsu

- Taekwondo
- Capoeira
- Hsing-I Chuan
- Sumô

- Tangsudo
- Esgrima
- Tai Chi Chuan
- Iaido


- Full Contact
- I-Chuan
- Iaijutsu


- Jeet Kune Do
- Wing Chun
- Jiu-Jitsu


- Jogo do pau
- Wushu
- Judô


- Kombato
- Chi Kung
- Karatê


- Krav Maga
- Shaolin Quan
- Kendo


- Luta Greco-Romana
- Bajiquan
- Kenjutsu


- Luta livre
- Suai Jiao
- Sojutsu


- Morganti Ju Jitsu
- Chin-Na
- Kyudo


- Sambô
- Sanshou
- Kyujutsu


- Savate

- Kempo


- Shobu-ryu

- Naginata


- Wrestling


             Magazine Luiza




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quais os assuntos que você mais gosta de ler no Só Para Mulheres?